Datas

Passou o 25 de Abril e não deixei aqui nenhum registo... mais uma vez.
Este ano parece que as datas especiais vêm atracadas a alguma impossibilidade de aqui deixar, ainda que singelo, algum apontamento sobre a sua importância para mim: assim foi com o aniversário de amigos queridos, assim com o aniversário deste cantinho (do qual me esqueci completamente), assim tem sido de dias que me/nos dizem tanto.

O 25 de Abril está marcado a vermelho de amor em sinal de cravo na minha história pessoal. Devo-lhe em parte a família que hoje sou parte. Foi génese de liberdade e semente de amor pessoal entre 2 pessoas: o nosso clique deu-se ali, percorrendo os caminhos da revolução que 20 anos antes tinha mudado definitivamente o curso da nossa história contemporânea. De repente, entre milhares de pessoas, numa Lisboa que fervilhava de entusiasmo pela celebração, os nossos olhares prenderam-se, entrelaçaram-se, e assim permanecem.
Ontem tive (mais) um cravo vermelho selado com um beijo. Abril, que me trouxe a liberdade e o amor.
25 de Abril. Sempre.

Comentários

  1. Que lindo! Mais uma grande razão para comemorar!
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. :)

    O meu desejo, minha amiga, é que tenhas sempre razões para celebrar. Os 25 de Abril e já agora os de Janeiro, Fevereiro, Março, Maio, Junho, Ju...... :)

    Beijo grande. Parabéns por seres quem és, por aquilo que representas e por esse grande amor.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares