Para ti. De mim para ti. Ontem e sempre

Todos os dedos das tuas duas mãos. é quanto desde hoje precisas se quiseres dizer gestualmente a tua idade.
Dez.
Uma década de ti.
Amo-te com toda a força do meu ser. quando és uma princesa encantada e quando és uma bruxinha birrenta. ontem, mais uma vez, recordei os momentos mágicos do teu nascimento. a maneira como irrompeste, para surpresa de todos, na madrugada do décimo primeiro dia do mês de Junho do ano da graça de nosso senhor de dois mil e três.
Chegaste confiante.grande.com uma família em pulgas para te mimar.
Sabes que foste o presente de aniversário da tua irmã? Sabes que ela ficou tão contente com a novidade anunciada com trinta e três semanas de antecedência que riu e chorou e riu e chorou e riu e chorou, ao mesmo tempo? deixaste a menina palavrosa que é a senhora tua irmã sem fala. muda de emoção. ao seu sétimo aniversário conquistou o estatuto de irmã. tua irmã. e delirou.
Sabes que o teu avô paterno ainda sorriu e ficou com os olhos marejados de emoção por saber que ia ser avô novamente? foi a tua irmã que, toda orgulhosa, lhe disse da grande novidade. A natureza, contudo, fez com que ele conhecesse o fim do seu percurso como ser vivo [apenas fisicamente, porque imortalizado no amor que lhe temos e que sentimos ele continua a irradiar por nós] poucos dias depois do feliz anúncio. mas fizeste o teu avô, que nunca te pode embalar ou pegar no colo, feliz. muito feliz. foste o seu último presente terreno.
Cresceste. primeiro como menina princesa fada bailarina, para depois dares uma volta de 180º e te tornares na definição viva do que é uma Maria rapaz. estás agora a redescobrir o prazer das rendas, dos folhos, das flores, dos tons pastel e, pasmemo-nos, do cor de rosa!
És amada e mimada qb. pelos pais, manos, avós, madrinha, padrinho e família, e por amigos nossos que se enternecem e apaixonam por ti e te tratam com o velo e a atenção que se dispensa a (mais) uma filha.
És voluntariosa. teimosa. demoras a dar o braço a torcer. mas dás ... eventualmente.
Adoras ler. transportas como todos nós essa marca diferenciadora hereditária que nos aproxima e nos impele para os livros. é um traço distintivo da nossa família.
És criativa. construir coisas é contigo e os maiores momentos de cumplicidade com o teu irmão são à volta do cartão. do papel. da madeira. com martelos e pregos. e tintas.
Dizes que queres ser arquitecta. o futuro o dirá. tens tanta vida e tanto mundo pela frente meu amor...
És a mais ramboieira da família. minto. estás para a rambóia em igual entusiasmo como o teu pai.
És nossa sem ser minha. nem do pai. nem da mana. nem do mano. nem dos avós. nem da tia. e eu, eu só quero poder estar sempre aqui para ti. quando abrires as asas e voares. quando poisares e regressares ao ninho. ao nosso ninho. aos nossos corações.
Hoje fazes anos. dez anos. e eu espanto-me porque te amo ainda um bocadinho mais. num ciclo de crescimento que não decresce. no matter what.
a tua mãe


Comentários

  1. E já está tão grande!!
    Ainda há uns dias me lembrei dela, pequenina, nessa fase princesa, a jogar no pc do gabinete e entusiasmada com a chegada da Matilde :)
    O tempo corre...
    bjs grandes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. corre mesmo... também me vêm essas imagens à memória muitas vezes

      beijinhos grandes

      Eliminar
  2. Muitos parabéns atrasados para a Princesa :) Muitas felicidades!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh querida JAD tenho estado obrigada a estar afastada destas lides, mas penso tanto e ti e como estará a ser a tua reta final para uma nova corrida de fundo...
      Até te "copiei" uma destas manh~´as a fotografar pormenores da minha cama! Fazes-me bem. Sinto-te a falta e de outros amigos virtuais que me provocam sentimentos tão reais.

      Beijinho grande e a princesa agradece, até porque estou a preparar um piquenique bem tradicional para ela brincar e pular com os amigos :)
      beijo doce

      Eliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares