Obrigada Me, obrigada Sofia, Obrigada Cláudia, obrigada pelo wake up call*

depois de ser confrontada com o pré-aviso de greve que o meu corpo resolveu demonstrar e depois de me ter sido colocada uma questão por uma querida amiga que se colou com super-cola3 ao meu coração e pensamento: "e quando encaixas o turno de esposa?" achei que tinha de reagir.

O senhor meu corpo não pode, qual criança birrenta, decidir o que me autoriza a fazer e quando. Vai haver guerra, que eu não aceito ser assim atirada para uma cama sem mais nem porquê ...

O resto? o resto agradeço ao vinho de Pias, aos salgadinhos da Matutano, ao manchego que nunca desilude, à lareira acesa, às palavras que nunca se esgotam e ao amor que sempre está presente´

' amo-te sempre. Nos dias em que conseguimos roubar tempo ao tempo para nos encontrarmos. Nos dias em que não conseguimos, mas isso não intimida a força e certeza do amor que nos une. Amo-te sempre.

*... e obrigada corpo que colaboraste, o que tem sido raro ultimamente...

* e obrigada crias que não fizeram birra na hora de deitar, nem acordaram a meio da noite, apesar das tosses, das febres, das dores nos ouvidos, ..., abençoado brufen.améne

Comentários

Publicar um comentário

Mensagens populares