Sinto que estou a ser expulsa do meu País ...

... e não sabe bem. Nada bem.
Faço contas e mais contas, sempre de sumir, e, mais uma vez, tanto do que estava programado acontecer, não se vai converter em realidade.
Algumas dessas "coisas" eram fundamentais para aspectos realcionados com a minha saúde e auto-estima, outras com a criação de alguma ajuda nas lides domésticas, ...
Como mulher, como mãe, sinto-me perdida neste país sem rumo.
E revoltada por mais uma vez ver a nossa estabilidade pessoal e familiar adiada, em nome de um qualquer desígnio superior nacional, que não me deixa respirar de alívio, que não me permite perspectivar o futuro dos meus filhos com um sorriso nos lábios ...

Comentários

  1. Oh minha amiga, compreendo-te tão bem :(

    Também estou farta disto, são sempre os mesmos a pagar a factura, até quando???

    Onde iremos parar com tanta austeridade?!
    Já não suporto tal palavra...provoca-me uma reacção terrível.

    Depois destas notícias só dá vontade de atirar tudo pelos ares, virar vigarista e comer tarraçadas de ovos moles!

    Beijos grandes para o T3 :)X

    ResponderEliminar
  2. Como eu te compreendo...
    Hoje andei com uma neura:(
    BJs

    ResponderEliminar
  3. Estou a ponderar....mesmo! Isto está horrivel...mesmo!

    ResponderEliminar
  4. Tenho andado a fazer uma visita pelos blog´s amigos.
    O estado de espírito é comum a todos nós...
    Que raio!!!!Onde é que isto vai ter?!?!?!?
    Que neura!!!!!

    Beijo e bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  5. Sinto-me exactamente como tu. Isto está a ficar cada vez pior, estou a ficar com medo do amanhã.
    Bj.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares