Eu, o meu fascínio pelo Vermeer e a sensibilidade do Júlio Pires

Pintura de Júlio Pires, 2009

Comentários

  1. Não sou eu!! Não fiz nenhum tratamento agora, não sei como será no futuro mas por enquanto ainda não posso pensar nisso.
    Desculpa, desculpa, eu e os meus escritos telegráficos!!
    Foram os meus cunhados, finalmente :)
    bjs grandes e obrigada na mesma, afinal os parabéns também vêm certos, vou ser tia mais uma vez ;)

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares