Amor é ...

... o meu filho pequenino acordar e recusar-se a sair da cama. recusar-se a comer. recusar-se a trocar de roupa... porque morre de saudades da irmã maior (filhinha mais piturra, de ti também meu amor, mas da mana grande ele tem mais dias de algum afastamento, por causa da doença)
... quando verbalizámos que ele tinha saudades das irmãs, abriu-se um enxurrada de lágrimas ...

Chorou, chorou, chorou

Foi embalado, consolado. Foi-lhe prometido que tentaríamos ir mais cedo para a avó ... aos poucos acalmou-se e finalmente lá conseguimos trazer alguma normalidade à nossa manhã ...

Eu? Eu fiquei com coração dorido por ver o sofrimento do meu bebé, mas, ao mesmo tempo, de coração insuflado de ternura por ver que se querem e se precisam tanto!
Sim, é esta cumplicidade, esta necessidade física de proximidade que quero cultivar no meu lar.
dixit

p.s. serve o presente post scriptum para informar as hostes que a senhora mãeee anda absolutamente sem tempo ... é com muita, muita pena que não consigo conversar através dos comentários (buáaa)

Comentários

  1. Pois calculo que o teu coração inchou e as lágrimas bailaram não foi?

    Bjs grandes.

    ResponderEliminar
  2. E eu que nao chorei de manha , quase que chorei agora !
    O meu mano +.+
    Quem diria :'b

    Que fofinho !
    Saudades

    Um beijinhos para ti e para o pai e um muito GRANDE para o mano.

    (p.s quando vêm ?)

    ResponderEliminar
  3. Sim...ficamos com a alma cheia, uma mistura de dorzinha e felciidade.

    Continuaçãode tudo de bom para a tua menina.

    bjs

    ResponderEliminar
  4. Amor é isso tudo, com todos esses sentimentos á mistura!!! Sem duvida!!!!!!!

    bjs

    Lena

    ResponderEliminar
  5. É amor mesmo e lindo!!! e tu deves ter aquele sentimento de dever cumprido por cultivares tão bem o amor no teu lar.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares